C.S.

Julho 6, 2011

Carlos não sabia dizer se estava sonhando ou não. Sentia o suor escorrer no seu rosto e no meio da escuridão viu uma luz se aproximar. Não tinha forças para gritar, mas só conseguia pensar que queria ser visto Preciso chamar a sua atenção. Seus pensamentos rodavam nessa única frase, mas seu corpo não obedecia.

A pessoa usava uma capa e um capuz que cobria metade do seu rosto, mas era alguém pequeno e magro. Se aproximou de Carlos, ele sentiu mãos pequenas e macias levantarem o seu braço. Tentou falar algo mais não conseguia, o rosto daquele que parecia ser um anjo foi iluminado pelo fogo da lamparina. Era uma mulher. Ela aplicou uma injeção no seu braço, Carlos não tinha forças para gritar ou para resistir, deixou que ela fizesse o que queria. Quando ela terminou, levantou o rosto e ele reconheceu A secretária! Antes que ele pudesse se expressar, ela se levantou e desapareceu na escuridão.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: