Sobre filmes e livros

Fevereiro 18, 2011

Depois de ver um filme que é adaptação de um livro, o comentário normalmente é o mesmo “O livro é melhor.” Sinceramente este é o comentário mais óbvio que existe, e a pessoa ainda fala como se estivesse falando a coisa mais inteligente do mundo. Não me ausento do fato que eu também já fiz este tipo de comentário, só depois que eu comecei a estudar roteiro é que eu comecei a refletir sobre o assunto. Mas mesmo assim eu nunca disse que não gostei de um filme simplesmente porque o livro é melhor, ou porque na minha imaginação as coisas eram diferentes. Essa é outra coisa bem óbvia, afinal se todos imaginássemos a mesma coisa iria ser algo bem estranho visto que a imaginação é formada com uma porcentagem de memória.

Livros e filmes são coisas diferentes, são artes diferentes e por isso só podem ter um resultado final diferente. O motivo porque as pessoas normalmente preferem os livros é que no livro a riqueza de detalhes é muito maior do que nos filmes, além de você imaginar a história da maneira como bem entende, e como um livro não tem um limite de páginas, normalmente tudo é muito bem explicado. Quando um filme se baseia em um livro, frequentemente o faz porque no livro tem muita ação, pois filmes precisam de ações, quando digo ações não estou falando de carros explodindo ou terremotos, mas ações entre os personagem, diálogos envolventes e coisas do gênero. Filmes são feitos de cenas e livros são feitos de palavras. Um filme deve ter cenas emocionantes e por isso muitas vezes os diretores escolhem por deixar algumas coisas sem explicar, e no lugar dessas explicações eles fazem cenas fantásticas. E não é uma escolha errada, visto que eles estão fazendo um FILME e não reescrevendo o livro com imagens.

Por isso antes de dizer “O livro é melhor!” Como se fosse o comentário mais construtivo que você pode fazer, vamos pensar sobre o filme como uma coisa separada daquilo que tínhamos imaginado, vamos pensar que estamos entrando na cabeça de alguém e vendo a imaginação daquela pessoa (aliás só isso eu já considero algo fantástico, adoraria poder ver no telão o que alguém imagina quando lê o que eu escrevo). Já pensou se alguém visse a sua imaginação a respeito de algo e começasse a dizer, “que feio isso”; “isso tá errado!”. Tenho certeza que você mandaria a pessoa para aquele lugar, né?

Bom, é claro que isso é só minha opinião e cada um que pense o que quiser 😉

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: